Buscar Serviços


Viaje pelo mundo das palavras

14 de novembro de 2014

Feira do Livro de Porto Alegre é considerada um dos grandes eventos literários das Américas.

Fotos: Internet

Em meio aos floridos ipês e jacarandás, no auge da primavera gaúcha, a Praça da Alfândega vira palco do maior evento literário a céu aberto da América. A tradicional Feira do Livro de Porto Alegre atrai milhares de visitantes que buscam os lançamentos nacionais e internacionais e também aqueles que procuram algumas pechinchas. Em 2014, a Feira chega a sua 60ª edição, sempre trazendo como essência o caráter de democratizar o acesso à leitura.  

“Se o povo não vem à livraria, vamos levar a livraria ao povo”. Este era slogan da primeira Feira do Livro de Porto Alegre, em 1955. Na época, as livrarias atraiam apenas a elite porto-alegrense. A ideia de popularizar a leitura na cidade deu certo. De acordo com pesquisa de 2012, vinculada ao Ibope, a capital gaúcha é a cidade onde mais se lê livros no Brasil, ao lado de Belo Horizonte. Os dados mostram que 41% dos porto-alegrenses leram pelo menos um livro nos últimos trinta dias. Certamente, a Feira do Livro de Porto Alegre colabora para que a população cada vez mais coloque a leitura em dia e viaje pelo incrível mundo das palavras. 

Além de encontrar livros de todos os gêneros nas mais de 100 bancas de livreiros, a Feira do Livro conta ainda com sessões de autógrafos , eventos em salas (mesas-redondas, palestras e seminários), oficinas ligadas ao livro e à criação literária, eventos artísticos e culturais, a presença da literatura internacional e uma área dedicada a bebês, crianças e jovens. 

 

Ler, por Luis Fernando Veríssimo

Ler é o melhor remédio.

Leia jornal...

Leia outdoor...

Leia letreiros da estação do trem...

Leia os preços do supermercado...

Leia alguém!

 

Ler é a maior comédia!

Leia etiqueta jeans...

Leia histórias em quadrinhos...

Leia a continha do bar...

Leia a bula do remédio...

Leia a  página do ano passado perdida no canto da pia enrolando chuchus...

Leia a vida!

 

Leia os olhos, leia as mãos. Os lábios e os desejos das pessoas...

Leia a interação que ocorre ou não entre física, geografia, informática, trabalho, miséria e chateação...

Leia as impossibilidades...

Leia ainda mais as esperanças...

Leia o que lhe der na telha...

...mas leia, e as idéias virão!

 


Compartilhar

Classificar


Comentários

Comentar